4 riscos para a saúde de ficar inativo durante a quarentena

A pandemia do COVID-19 mudou nosso dia a dia, mas não apenas nas formas que são destacadas na mídia. Ficar em casa e ter as academias fechadas é um desafio único para todos que buscam manter a forma e a saúde. 

O exercício é uma parte essencial da vida para manter um peso saudável, combater doenças crônicas, fortalecer o sistema imunológico, melhorar o estresse e elevar o humor, além de combater a dor crônica. 

À medida que praticamos o distanciamento social e a auto-quarentena, temos que ser criativos para encontrar maneiras de nos mantermos móveis como parte de nossa nova rotina. Os riscos de não permanecer móvel são consideráveis. Na verdade, a imobilidade apresenta muitos riscos à saúde, alguns dos quais podem ser graves.

4 riscos de ficar inativo durante a quarentena

  1. Ganho de peso, que tem sido associado a doenças cardiovasculares e diabetes.
  1. Ficar sentado no sofá por muito tempo causa aumento da rigidez das articulações e perda de amplitude de movimento.
  1. A atrofia muscular por falta de uso acontece mais rapidamente do que pensamos e leva a mais estresse na coluna e nas articulações, causando dor tanto nas costas como no joelho. Procure um médico especialista em joelho.

Dica: ortopedista especialista em joelho que atende plano de saúde

  1. A mobilidade é o que leva nutrientes vitais para muitas de nossas articulações, ligamentos e estruturas de tecidos moles que não têm um bom suprimento de sangue para mantê-los saudáveis. Portanto, se não formos ativos e móveis, corremos o risco de perder esses nutrientes vitais.

4 dicas para se manter ativo mesmo em casa

1. Aproveite as vantagens do grande ar livre!

Embora muitas empresas e academias estejam fechadas, ficar ao ar livre ainda é seguro. Obviamente, o mais importante é permanecer em casa e em quarentena se você se sentir doente, especialmente com os sintomas cardeais de COVID-19; tosse, febre e falta de ar. 

Mas, desde que você seja saudável e mantenha um distanciamento social adequado dos outros, saia para correr ou fazer uma caminhada. Ande de bicicleta e faça seu coração bater mais forte. Os exercícios cardiovasculares são essenciais para queimar calorias, flexibilizar as articulações e melhorar a saúde mental.

2. Faça Cardio

E se estiver chovendo lá fora ou você só quiser ter um cuidado extra e ficar em casa para se proteger do vírus? Isso está ok. Há muitos exercícios que você pode fazer dentro de casa para aumentar sua frequência cardíaca. 

Saltos, corridas sem sair do lugar, burpees … tudo isso não requer equipamento e tem muito pouco espaço para fazer. Cronometre você mesmo e faça o máximo que puder por um minuto, descanse por 15-30 segundos e depois faça novamente.

Outra ótima opção é pular corda. Este é um equipamento simples, muito acessível e que, por sua vez, ocupa muito pouco espaço. 

3. Experimente o Yoga.

A ioga tem sido usada há muito tempo para promover flexibilidade e resiliência na coluna, bem como uma forma de melhorar a mobilidade e o controle das articulações. Existem muitos estilos e práticas de ioga, desde o trabalho de estabilidade da construção muscular até formas mais suaves, nas quais você se concentra na respiração e na redução do estresse. 

As aulas vêm em todos os formatos e tamanhos, com muitos recursos online gratuitos para você começar. Você também pode pesquisar em plataformas de mídia social como o YouTube por vídeos que irão guiá-lo através de formulários e práticas.

4. Seja criativo como itens domésticos em dobro como equipamento de exercício.

Você pode ter alguns equipamentos de ginástica em casa, como halteres. Muitos exercícios com pesos que usam máquinas grandes e volumosas na academia podem ser feitos com um simples conjunto de halteres. 

Não tem isso em casa? Seja criativo! Encha uma mala ou mochila com alguns livros e use as alças para fazer cachos, ou segure-a contra o peito para agachar com uma taça. Outra solução é comprar um conjunto de bandas elásticas online. 

A maioria dos conjuntos pode ser ancorada em sua porta e vem em uma variedade de resistências. Este versátil conjunto de equipamentos pode proporcionar a você uma experiência total de ginástica em uma pequena bolsa de fácil armazenamento.

Movimento é medicina

Como todos nos adaptamos a novas rotinas e a um estilo de vida diferente, é normal ficar confuso e não saber por onde começar. Exercícios podem combater a dor persistente nas costas ou a dor crônica no ombro/joelho. Agora é um momento tão bom quanto qualquer outro para começar!