Planos de saúde no Brasil: conheça os principais e como funcionam

O Brasil tem um amplo sistema de saúde para atender a população. São cerca de 2,18 médicos para cada mil habitantes e mais de seis mil hospitais espalhados por todo o país, desde as áreas mais urbanas até as mais afastadas. Para conseguir oferecer a toda população um atendimento de saúde que chegasse a todos de forma gratuita, em 1988 foi criado o Sistema Único de Saúde (SUS).

O SUS é uma assistência médica que oferece serviços de atendimento, internação e procedimentos cirúrgicos gratuitamente. Dessa forma, o brasileiro que precisar de algum desses serviços consegue ser atendido sem ter um plano de saúde.

Mas existe também os planos de saúde pagos que ajudam a atender toda a demanda do sistema de saúde brasileiro funcionando como uma assistência suplementar e regulados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Segundo a própria ANS, em uma pesquisa realizada em novembro de 2020, ela listou os nove principais planos de saúde vigentes que nós iremos conhecer agora.

Os nove maiores planos de saúde do Brasil

Bradesco Saúde

Esse plano pertence ao Banco Bradesco e atualmente tem mais de 3,32 milhões de beneficiários. Com mais de 200 dependências, ele é o plano mais utilizado no Brasil.

Grupo NotreDame Intermédica

Há 50 anos no Brasil, essa operadora de Saúde conta com 3,16 milhões de beneficiários. Contudo, suas filiais ainda estão restritas a região Sudeste do Brasil ficando apenas em Campinas, Jundiaí, Rio de Janeiro, Santos e Sorocaba.

Amil Assistência Médica

Desde 1978 no Brasil, os planos de saúde da Amil cobrem as necessidades médicas de seus pacientes nacionalmente e em alguns casos também subsidia internacionalmente. Possuem 2,82 milhões de beneficiários.

Hapvida Assistência Médica

Sediado em Fortaleza (CE), o grupo empresarial Hapvida têm 2,39 milhões de beneficiários e é o maior operador de planos de saúde do Norte e Nordeste brasileiro.

SulAmérica

Com 120 anos de história, o SulAmérica é o maior grupo segurador independente do Brasil e tem mais de 1,78 milhões de beneficiários.

São Francisco Saúde

Esse plano possui 100 unidades próprias em todo o país e cerca de 7 mil profissionais credenciados. Atualmente tem 780 mil de beneficiários.

Seguros Unimed Saúde

Um dos planos mais populares e presente em todo o Brasil, a Unimed conta com 553 mil de beneficiários.

Assim Saúde

O Grupo Assim é um conjunto de diversas empresas do segmento da saúde que atua apenas no Rio de Janeiro, sendo o maior grupo empresarial do ramo na região em que atua. Contém 504 mil de beneficiários.

Prevent Sênior

Fundado em 1997, esse plano de saúde focou em construir uma assistência médica pensada para adultos mais velhos. Tem 490 mil de beneficiários.

Como funciona as carências no plano de saúde

Ao contratar um plano de saúde o paciente deve se atentar as carências para realizar certos procedimentos.

Para consultas, a carência costuma ser de 30 dias. Então, se o plano contratado for da Unimed, por exemplo, e o paciente machucou o ombro, ele não poderá ser atendido de imediato pelo médico especialista em ombro que atende pela Unimed.

Em relação a cirurgias a carência são de 180 dias.

Para todos os planos contratados com a segmentação de obstetrícia é obrigatório a cobertura de partos, tanto cesárea quanto normal e sua carência são de 10 meses.

Contudo, outra questão que têm que se ter atenção ao contratar um plano é saber se ele tem a especialidade médica que você procura. Se você está com dores na coluna e precisa consultar um ortopedista e seu plano é da Unimed, novamente um exemplo, você deverá verificar se há médico especialista em coluna que atende pela Unimed.

Cirurgias plásticas e bariátricas no plano de saúde

Para a realização de cirurgias plásticas, os planos não têm obrigação de fazerem a não ser que ela tenha cunho reparadora. Nesse caso, se enquadram as seguintes cirurgias:

. Tratamentos de queimaduras;

. Tratamentos de tumores na pele;

. Reconstrução das mamas;

. Reconstrução da face;

. Reconstrução pós-trauma.

Já as cirurgias bariátricas são cobertas por vários planos, mas para que ela seja realizada o paciente deve apresentar os seguintes critérios:

. Ter entre 18 e 65 anos;

. Ter realizado tratamento clínico por pelo menos dois anos, sem resultados satisfatórios;

. Apresentar quadro de obesidade mórbida há mais de cinco anos;

. IMC entre 35kg/m² e 39,9kg/m² com ou sem comorbidades;

. IMC entre 40kg/m² e 50kg/m² com ou sem comorbidades.

Para quem reclamar dos serviços do plano de saúde

Caso o paciente tenha problemas com o plano de saúde contratado, ele deverá procurar uma agência da ANS e registrar a queixa. Ele também pode entrar em contato com a responsável pelos planos de saúde por meio do telefone da ANS (0800 7019656), por carta ou por formulário de atendimento eletrônico. Para esclarecer quaisquer dúvidas sobre planos de saúde o cliente deve procurar informações no site, telefone ou até na própria agência física do plano contratado.