Controle de Ponto: Inúmeros benefícios para sua empresa

O que é o controle de ponto?

O controle de ponto é um mecanismo antigo, que está sendo aderido nas mais diversas empresas, de diferentes ramos. Ele tem como propósito auxiliar principalmente o setor de Recursos Humanos (RH), com análises dos horários dos funcionários, tanto em relação à atrasos, horas extras e seus intervalos interjornada e intrajornada.

Muitos controles de ponto vêm mais modernos, possibilitando sua atuação online e offline, com entrega de dados automatizados e sempre atuando dentro das leis do Ministério do Trabalho e Emprego pelas portarias 1.510/09 e 373/11.

O controle de ponto e sua importância

A jornada de trabalho de um funcionário é, muitas vezes, um dos fatores de maior importância para as empresas. É importante que o profissional esteja dentro dos limites de hora estabelecidos pelo Ministério do Trabalho. Para ter esse controle, é necessário muita organização, análise e cálculos de horas trabalhadas, atrasos e horas extras.

Neste momento, o controle de ponto surge como um facilitador dos processos, entregando dados de fácil compreensão, facilitando a logística de toda a empresa. 

O controle de ponto é um mecanismo benéfico tanto para os empresários, que poderão ter a análise de horas com confiabilidade, quanto para o funcionário, que terá suas horas registradas como prova, para algum incidente no futuro.

Os benefícios do mecanismo

Além de administrar todas as horas trabalhadas, de todos os funcionários da empresa e entregar dados coerentes e confiáveis, o controle de ponto também atua de acordo com as leis trabalhistas, evitando possíveis fraudes e injustiças.

É importante ressaltar que seu custo é baixo quando comparado com seus benefícios e agilidade. O que torna sua adesão garantida em empresas de diversos ramos.

Como escolher o melhor controle de ponto para minha empresa?

Existem cerca de 5 tipos de controle de ponto permitidos pelo Ministério de Trabalho. O método mais antigo é conhecido como “caderninho”, trata-se do Livro ou Caderno de ponto, em que o funcionário anota manualmente suas horas.

Também é encontrado a Folha de Ponto Simples, muito parecida com o Caderno de Ponto, a diferença é que os gestores assinam as diferenças. A Folha possui todos os dias do mês e o funcionário marca seus horários.

Esses dois controles de pontos mencionados, além de serem feitos em folha de papel (fator de desmatamento), também são assinados manualmente, o que pode acabar gerando muitas fraudes.

Outro mecanismo é a Planilha de Pontos, que pode ser feita no Excel ou Planilhas do Google. Nessas plataformas, é possível que os dados sejam automatizados, acelerando um pouco o trabalho do RH. O problema é que o controle dos pontos de todos os funcionários ficam a cargo de apenas um gestor. 

Existe também o Controle de Ponto Mecânico, bem antiquado atualmente. Seu funcionamento se baseia em uma máquina que irá computar os horários do funcionário. O problema é que cada funcionário tem que ter um cartão, e como o processo dos dados não é instantâneo, acaba gerando uma fila enorme, atrasando o trabalho de todo mundo.

Por fim, tem-se o controle de ponto mais autêntico e moderno do mercado: O Controle de Ponto Digital. Esse mecanismo pode ser baixado em qualquer dispositivo móvel e é de uso totalmente do funcionário. Isso evita futuras fraudes, além de agilizar o processo de trabalho. O app já faz todos os cálculos e te entrega em uma planilha de fácil entendimento. O único trabalho que a empresa tem, é de conferir esses dados no final do mês.

Com essas comparações fica fácil perceber qual é o melhor controle de ponto para você e sua empresa!