Como recuperar alunos com baixo rendimento escolar?

São diversos os fatores que levam os estudantes a ter baixo rendimento escolar ao longo do ano letivo, como distrações, falta de interesse, problemas de saúde ou emocionais, transtornos de aprendizagem e questões externas. 

O rendimento dos estudantes brasileiros não é dos melhores e essa situação foi agravada com a pandemia. Atualmente, 61% dos alunos que concluem os anos iniciais estão abaixo do patamar esperado

Neste cenário, ao contrário do que muitos pensam, as notas que aparecem no boletim no final do bimestre são apenas um indicativo de que existe algum problema por trás, e não o problema em si. 

Desta maneira, o professor, ao lado dos pais ou responsáveis, tem o papel de recuperar alunos com baixo rendimento escolar. Mas como é possível fazer isso? Neste artigo, apresentaremos algumas sugestões de práticas que podem ser adotadas nesses casos de forma a, acima de tudo, motivar os estudantes a retomar o bom desempenho. Confira!

Quais são os fatores que levam a um baixo rendimento escolar?

O baixo rendimento escolar em todas as fases do ensino básico, demonstrado, sobretudo, por meio das notas nas provas e das médias obtidas em cada disciplina nos boletins bimestrais, nunca é um fator isolado. 

Geralmente, o déficit no desempenho dos estudantes está acompanhado por outras questões. A lista inclui fatores emocionais, transtornos de aprendizagem, problemas familiares, falta de motivação e interesse, entre outros. 

Assim, para recuperar alunos que, ao longo do ano letivo, passaram a ter um baixo rendimento escolar, o papel da escola, dos professores e dos pais ou responsáveis por estes estudantes, é entender quais são os fatores que levaram à queda do desempenho e buscar auxiliá-lo. 

É importante pontuar, no entanto, que esta não é uma tarefa fácil. Além disso, o processo de recuperação deve trazer, acima de tudo, motivação e incentivo ao estudante, para que, a despeito das circunstâncias, volte a ter interesse pelos conteúdos abordados em sala de aula. 

Formas de recuperar alunos com baixo rendimento escolar

Recuperar alunos com baixo rendimento escolar é, sem dúvidas, um desafio para professores e pais ou responsáveis. Entretanto, ao final do processo, os resultados serão certamente gratificantes para todos os envolvidos. 

Por isso, preparamos uma lista com algumas sugestões de atitudes que podem ser adotadas na escola e em casa para recuperar esses estudantes e lhes devolver o interesse nos estudos, o que resultará, consequentemente, em boas notas. Confira! 

1 – Leia o relatório individual do aluno

O relatório individual do aluno é um documento muito importante para os professores, afinal, ele reúne detalhes sobre o desempenho do estudante. Logo, esse parecer descritivo ajuda a entender melhor quais são as dificuldades do estudante.

2 – Identifique os fatores que levam ao baixo rendimento

Professores e pais ou responsáveis devem, primeiramente, identificar o que está prejudicando o rendimento do aluno na escola. Isso é possível com diálogo e atenção ao comportamento do estudante em casa e em sala de aula. 

Esses fatores são manifestados por meio de distrações durante as explicações ou mesmo em meio à realização das tarefas, conversa com os colegas em sala de aula, falta de interesse em fazer as lições de casa, entre outros comportamentos. 

Vale lembrar que os transtornos de aprendizagem costumam ser identificados ainda na infância e justamente em situações em que o desempenho escolar está prejudicado. Desta forma, acompanhamento psicológico e psiquiátrico podem ser fundamentais para diagnosticar divergências e, assim, prosseguir com um tratamento adequado. 

3 – Conscientize o estudante

Para recuperar um aluno com baixo rendimento escolar é sempre importante fazer com que ele saiba o motivo por que deve estar atento às aulas, estudar os conteúdos apresentados em classe e fazer as tarefas de casa.

Isso pode ser feito por meio de conversas e debates em que o aluno possa concluir por si só por que é importante estudar. Além disso, o estudante precisa compreender que não é perda de tempo ir à escola ou fazer as tarefas de casa; ele deve entender que tudo isso o levará a colher frutos no futuro. 

4 – Dê incentivos e feedbacks

É muito importante que o estudante se sinta motivado a participar das aulas e a fazer as tarefas de casa. Portanto, é fundamental que pais ou responsáveis e professores o incentive a fazer isso e deem feedbacks confirme o desempenho e o rendimento do aluno melhora. 

5 – Procure aulas de reforço

As aulas de reforço são uma excelente ferramenta para recuperar alunos com baixo desempenho escolar. Por meio de uma aprendizagem paralela àquela que se tem em sala de aula e personalizada, o estudante pode ter uma motivação extra para absorver os conteúdos apresentados e, desta forma, retomar seu rendimento na escola. 

Conclusão

Não existe caso perdido quando se trata de educação. O segredo está em saber como ajudar na recuperação sem pressões, com boas práticas pedagógicas e incentivo contínuo.

Comentários estão fechados.