Setor de viagens cria guia para recuperação de toda a cadeia de viagens em um mundo pós-pandemia

Tem sido um ano complexo para o setor de viagens. Mas agora, com a reabertura das fronteiras, as frotas de aviões decolando novamente e o movimento retornando gradativamente em todo o mundo, o setor começa a olhar os melhores passos para a recuperação.

Com base em pesquisas de viajantes, fornecedores e agências de viagens, a empresa líder em tecnologia de viagens Travelport lançou recentemente seu “Guide to Travel Recovery”. O guia ministra perspectivas internas sobre o estado atual e futuro do setor, com pareceres cruciais sobre como fazer o setor voltar a se mover.

Em todas as principais áreas de viagens – aéreo, hoteleiro, automóvel, organizações de marketing de destino (DMO) e agências de viagens – o SkiftX apresenta os principais temas do guia.

EMPRESAS AÉREAS

Com as viagens aéreas no centro da recuperação pós-pandemia, as companhias aéreas e os aeroportos estão restaurando a confiança do consumidor por meio de procedimentos de higiene rígidos, tanto no solo quanto no ar.

Diversos viajantes estão preparados para voar novamente, mas apenas se tiver medidas de segurança específicas em vigor: limpeza aprimorada durante e entre voos, higienização do aeroporto, distanciamento social, verificações de temperatura, check-in sem contato, filtragem de ar durante o voo, uso obrigatório de máscara e embarque à distância processos.

As companhias aéreas e os aeroportos agora precisam garantir que as medidas de segurança em todos os pontos de contato da viagem sejam documentadas e informadas de forma eficaz aos viajantes.

“… estamos colocando mais ênfase na educação e na construção de confiança no cliente em termos de quão segura é a viagem aérea […] trabalhando com os fabricantes para mostrar como o ar é filtrado pela aeronave, para garantir que nossos clientes estejam cientes e confiantes que as viagens aéreas ainda são seguras ”, disse Kenneth Chang, vice-presidente executivo da Korean Air.

HOTEIS

A fim de ponderar fazer uma reserva, 73 por cento dos entrevistados no guia almejavam ver um programa de limpeza profunda e higienização.

A prioridade do consumidor agora inclui check-in sem contato, procedimentos de distanciamento social e limpeza intensa, bem como vedações de portas de quartos, higienização constante em áreas públicas, EPI aprimorado, barreiras de acrílico e procedimentos revisados ​​para ofertas de alimentos e bebidas. Tudo isso provavelmente fará parte do ‘novo normal’.

Os parceiros do hotel também reconheceram a obrigação de fornecer uma comunicação forte sobre as medidas de segurança, desde a reserva até o check-out, como uma forma de reforçar fortemente a confiança do cliente.

ALUGUEL DE CARROS

Os protocolos de coleta e entrega são as principais áreas de preocupação para os viajantes, com 72% dos viajantes apoiando a desinfecção total entre os aluguéis, amplo aparelhamento de EPI na coleta e entrega e mínima interação humana no local.

As locadoras agora estão aderindo aos mais elevados padrões de limpeza, proporcionando experiências sem contato ao viajante por meio de maior digitalização, oferecendo maior flexibilidade e transparência nas taxas e políticas.

Os parceiros neste setor viram a comunicação com o cliente como fundamental para restaurar a confiança, ao mesmo tempo que destacam a seriedade de investir em dados externos e intersetoriais para avaliar melhor as tendências emergentes do consumidor (por exemplo, das companhias aéreas).

DISPOSIÇÕES DE MARKETING DE DESTINO

Definidos para ser uma força motriz por trás da recuperação da indústria, à medida que os viajantes procuram por eles para obter informações precisas e atualizadas sobre números de casos, requisitos de entrada e saída, exames de saúde e arranjos de quarentena.

As áreas de importância para DMDs incluem garantir o apoio do governo, estabelecer uma forte ligação com os agentes de viagens para agilizar as comunicações, colaborar com parceiros fornecedores e refinar estratégias digitais. Obter acesso a dados confiáveis ​​é fundamental para identificar tendências emergentes de viagens.

AGÊNCIAS DE VIAGEM

As agências de viagens provavelmente serão ainda mais buscadas, com os consumidores buscando por elas em procura de insights de especialistas e informações atualizadas do setor. Segmentos de mercado mais jovens devem liderar a nova demanda neste setor.

“Precisamos nos comunicar melhor e aconselhar nossos clientes sobre o que eles precisam estar cientes [medidas de segurança]. No lado corporativo, queremos buscar novas maneiras de envolver nossos clientes de uma perspectiva digital, para permitir que suas reservas e arranjos sejam muito mais coordenados ”, disse o Diretor Executivo, Chefe de Negócios, UOB Travel, Steven Ler.

Enquanto as viagens internacionais estão apenas despertando, as viagens domésticas estão mostrando sinais de aumento, uma convergência que possivelmente se manterá enquanto as dúvidas nas fronteiras permanecerem.

À medida que o mundo se adapta ao home office, as viagens de lazer estão voltando muito mais rápido do que as viagens de negócios, com frações de mercado mais jovens liderando a demanda.

Provedores e agências fariam bem em manter a flexibilidade em torno de políticas e preços, abraçar o varejo online e processos sem contato, enquanto aplicam novas fontes de dados para dados emergentes do consumidor.

A maioria dos viajantes expressou disposição para considerar a fazer reserva novamente, desde que os fornecedores implementem fortes requisitos de segurança e higiene e garantam por comunicação em cada etapa do caminho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *