Óculos de grau: aprenda como escolher o melhor modelo para seu caso

Você já parou para pensar o que é importante no momento de escolher seus óculos de grau? Na maioria das vezes, nossa maior escolha está relacionada a armação. Entretanto, existem outros detalhes no momento de escolher seus óculos de grau.

É claro que as armações são fundamentais para ter seus óculos estilosos. Por isso, a Ray-Ban, uma das maiores empresas do seguimento, investe constantemente no lançamento de novas armações. Porém, há algumas questões importantes, na escolha dos seus óculos de grau, que a grande maioria não leva em consideração.

O material da lente para os óculos de grau

Com toda a certeza, existem vários tipos de materiais utilizados na produção das lentes. E um dos pontos importantes relacionados a essa questão, é a capacidade de refração que cada tipo de lente oferece. Confira os materiais mais utilizados e as diferenças entre si.

Vidro – também conhecidas como lentes inorgânicas, lentes de cristais ou highlight. Foram os primeiros modelos de lentes a serem fabricados. Porém, hoje não são tão usadas, devido sua fragilidade. Além disso, eram pesadas e grossas, mas seu índice derefração é maior. Por isso, em casos de graus elevados, ainda pode ser usadas.

Acrílico – as lentes de acrílicos são mais leves e também podem ser conhecidas como orgânicas. No grupo dessas lentes podemos encontrar as lentes de Trivex e de policarbonato. O policarbonato permite a confecção de lentes finas e resistente, muito utilizado em óculos infantis. O Trivex é ainda mais leve e tem alta resistência, ótimo para que pratica esportes e usa óculos com grau abaixo de 1,53.

Resina – possui alto índice de refração, sua recomendação é para alto grau de miopia e hipermetropia. Assim, se consegue uma lente fina, apesar do grau elevado. Entretanto, é importante observar detalhes do design da lente e o modelo da armação para um resultado adequado.

Qual é o modelo ideal de lente?

Além dos materiais que citamos acima, ainda existem alguns modelos de lentes para se escolher. A lente simples, bifocal ou multifocal, calma já vamos explicar melhor o que cada modelo faz.

Aliás, os problemas oftalmológicos mais comuns são:

  • Miopia –  que é a dificuldade de enxerga objetos distantes;
  • Hipermetropia – a pessoa não consegue enxergam bem de perto;
  • Astigmatismo – os objetos ficam embaçados em ambas as distâncias;
  • Presbiopia – é a famosa vista cansada, a maior dificuldade é ver de perto.

As lentes simples, corrigem apenas a dificuldade de enxerga de perto ou de longe. Assim, se usa para miopia, astigmatismo ou hipermetropia.

Já a bifocal, melhora a visão de pacientes com presbiopia. Isso porque, ela possui dois campos de visão, um para longe e outro para perto. Na lente é possível visualizar essa divisão.

Por fim, a multifocal tem um corredor óptico que possui uma progressão dos graus. Dessa forma, a recomendação é para pacientes com mais de um problema na visão. Basicamente, o lado inferior corrige a visão de curta distância, o centro a visão de média distância e a parte superior à visão de longa distância.

Quais as melhores armações para os óculos de grau?

É claro que não poderíamos deixar de falar sobre os materiais utilizados para a fabricação das armações. Alguns materiais são mais duráveis e resistentes. Então, é importante pensar nessa questão para escolher seus óculos!

  • Armação de acetato – possuem alta resistência e flexibilidade, indicadas para lentes mais espessas.
  • Armações metálicas – o material usado para essa armação é o titânio, para usar esse modelo, suas lentes precisam ser finas.
  • Modelos de armações emborrachadas – ideais para óculos infantis, são maleáveis e oferecem menor risco para as crianças.

Além disso, ainda existem alguns tratamentos que sua lente pode receber:

  • Antirreflexo – protege contra os incômodos dos reflexos da luz, principalmente do sol;
  • Antiabrasiva – reduz o risco de riscos;
  • Antiestática – evita acumulo de poeira;
  • Hidro-repelente – facilita a limpeza, já que evita a deposição de líquido;
  • Liporrepelente – esse tratamento evita que as lentes acumulem sujeira, tornando a limpeza mais simples;
  • Proteção UV – indicada para quem fica muito tempo exposto ao sol;
  • Filtro de luz azul – protege contra a luz azul-violeta, emitida pelos aparelhos eletrônicos. Sendo prejudicial aos nossos olhos.

Bom, agora que você já sabe como escolher seus óculos de grau, é só escolher seu modelo ideal!