Jóias de Prata: Conheça as etapas da fabricação

Desde os tempos pré-históricos, os humanos sentem a beleza por trás dos ornamentos que usam. Inclusive, cada peça tem seu significado espiritual ou emocional e, de acordo com o que acreditavam os povos antigos, verificava status, poder e até misticismo à sua existência.

Além disso, relatos de milênios mostram que no início de todas as coisas, um metal brilhante na natureza chamou nossa atenção: a prata.

Derivada do latim argentum, que quer dizer “Brilhante” e “Claro”. Este metal precioso, agora é lapidado por fabricantes de prata em joias elegantes em muitas formas e estilos. É cobiçado por mulheres e homens de todas as idades em todo o mundo.

Assim, vamos mostrar os passos de como se dá o processo de produção! A partir deste momento, o processo de produção que acontece, vai resultar na peça dos sonhos e chegará em suas mãos com bastante carinho. Veja!

Joias de Prata: os passos para fazer suas joias favoritas

Essa história vale a pena ser descrita. Afinal, a joia de prata carrega muito mais do que acessórios bonitos e luminosos. Mais importante, ela demonstra sentimentos, seja para uso próprio ou em homenagem aquela pessoa incrível em sua vida.

Dê uma olhada em sua coleção pessoal e reflita: quais memórias cada peça evoca? Não é à toa que você pode ter herdado aquele anel passado em sua família por gerações: é especial ele.

Dessa forma, por trás de tantos detalhes e tanta sofisticação, há bastante inspiração e uma incrível combinação de artesanato e tecnologia. Que tal falarmos sobre transformação?

Vamos dar uma olhada na metamorfose desse metal cintilante para complementar esse visual poderoso? Pegue a pipoca e se sente enquanto vamos preparar uma tonelada de informações sobre as etapas da fabricação de joias. Então, saiba mais!

Veja também decoração de restaurante: 7 dicas infalíveis para o sucesso

Nascimento da Joia de Prata

As Joias de Prata são arquitetadas de duas maneiras: artesanal e industrial. No entanto, a principal diferença entre elas é a capacidade de produção. Além disso, quando falamos em artesanato, imagine em um processo artístico, único e lento.

Dessa forma, embora muitas peças compartilhem o mesmo design, cada peça tem suas próprias características. Pois, na indústria, as peças são fabricadas em massa com o apoio de máquinas, incluindo seu desenho.

Então, dito isso, é hora de descobrir como suas joias são feitas para acompanhá-lo em momentos únicos!

Escolher o design é o primeiro passo

Este momento de criação e inspiração é crucial para fazer as Joias de Prata “Maravilhosas”.

Dessa forma, o designer aplicou um conceito onde poderia combinar o uso da prata com a aplicação de outros materiais preciosos como, por exemplo, as pedras naturais. Assim, o artista segue ou lança modismos e tendências, tudo vai depender de sua genialidade!

Laminação e Recozimento: a transformação do metal começa

A primeira etapa é transformar a prata bruta em uma chapa. Pois, este processo é necessário para tornar a espessura e a maneira do metal adequadas para a confecção de joias.

Do mesmo modo, tecnicamente, chamamos essa etapa de “laminação”. Porém, como isso acontece? Os metais preciosos vão poder ser reduzidos ao fio mais denso. É assim você pode encontrar algumas peças muito, muito delicadas no mercado.

Assim, para ter sucesso no processo de laminação, é necessário um passo anterior: “recozimento”. Isso envolve aquecer o metal até ficar vermelho e, em seguida, colocá-lo em água fria misturada com álcool na proporção de 3 para 1.

Pois, é o choque térmico que torna o material maleável para funcionar como um rolo compressor.

Soldagem e Fundição: modelagens que dão forma à criação

A prata no estado líquido toma a forma desejada por meio de um molde feito de gesso e cera. O estágio de “Fundição” é realmente definitivo e, se bem feito, não requer nenhuma etapa de acabamento.

No entanto, há outra etapa necessária, quando os moldes de cera se perdem (pois, eles derretem quando vão para o forno): esta é a “fundição de precisão”. Além disso, essa técnica é antiga e, como o nome sugere, produz Joias de Prata com riqueza em detalhes.

Durante o processo de “soldagem”, as duas partes do objeto são unidas. Com a prata, é feito o derretimento de uma minúscula, até pequena, chapa de metal, que, uma vez líquida, consegue conectar as peças.

Na verdade, em joias de prata produzidas em grande porte, existe mais um passo: “Rebarbação”. O objetivo é remover os canais de alimentação do metal líquido que, não são eliminados depois da Fundição.

Polimento e Lixamento: pois, ninguém gosta de imperfeições

Defeitos que possam fazer com que uma peça fique desalinhada ao projeto de design são eliminados no “lixamento”. Pois, isso garante um acabamento perfeito. Depois de concluir as ações anteriores, é hora de garantir a beleza.

Então, com um pano ou escova sintética, que gira em grande velocidade, é feito um leve desgaste e são removidas quaisquer marcas, arranhões e deformidades. No entanto, este é o “Polimento”, que conclui a criação e design de Joias de Prata.

Existe mais demanda de Prata do que oferta no mercado internacional

Agora, algumas informações bastante importantes. Saiba que, sempre que existe uma procura intensa por commodities no mercado internacional, independentemente de sua natureza, seu preço aumenta significativamente. A prata não é exceção.

Nos dias de hoje, passam por um período de demanda impressionante por metais. Mas, sua oferta não pode atender a tantas necessidades. Então, você já sabe o que esperar: a tendência é gerar uma explosão no valor das matérias-primas.

Além disso, o Brasil é importador de prata, e o principal contrato futuro dessa commodity é negociado no COMEX.

Devido a essa competitividade internacional na criação de belas Joias de Prata de qualidade, é necessário prestar atenção a cada peça durante todas as etapas de produção que você viu nos tópicos acima.

Por isso, a implementação pode se tornar mais difícil ao longo do tempo devido à escassez de insumos e aumento de custo. Então, convenhamos, seu estilo não fica completo sem aquela joia de prata Mara, né?