Dicas para manter seus filhos seguros durante brincadeiras

Se você está em busca de dicas para manter seus filhos seguros durante brincadeiras, este artigo é para você!

Não importa se e sua família são beneficiados com um seguro de saúde empresarial ou se dependem da saúde pública, como pai ou mãe, você sabe que algumas crianças são mais destemidas do que outras. 

E os aventureiros geralmente são as crianças que mais ensinamos sobre brincar com segurança.

Mas crianças ousadas não são as únicas que se machucam enquanto brincam; até mesmo crianças cautelosas se encontram em situações perigosas sem saber e acabam no pronto-socorro como resultado. Felizmente, a maioria das lesões que ocorrem durante as brincadeiras são evitáveis. 

A maneira como você aborda a segurança tem muito a ver com a personalidade da criança e sua idade. 

Porém, existem algumas precauções fundamentais que você deve tomar para ajudar a manter seus filhos seguros enquanto brincam, sejam eles bebês ou pré-adolescentes, e coletamos os os sete primeiros.

Continue a leitura e veja algumas dicas para manter seus filhos seguros durante brincadeiras! 

Vamos lá!

Maneiras de manter as crianças seguras enquanto brincam

Há muito para saber quando o assunto é maneiras para manter seus filhos seguros durante brincadeiras. Por esse motivo, criamos esta lista com algumas dicas. 

Prepare-se

Faça com que seu filho tenha o hábito de usar um capacete para protegê-lo e você terá muito menos problemas para fazê-lo usar quando ganhar independência. 

Quer ela esteja pilotando sua primeira scooter ou ele esteja indo para um jogo de futebol, a proteção adequada para a cabeça não é negociável.

Foque no sistema de camaradagem

Brincar ao ar livre expõe seu filho a perigos. Quando a criança estiver brincando fora de casa, insista para que ela tenha um companheiro e que eles fiquem juntos o tempo todo. 

Também é uma boa ideia para seu filho e para as crianças com quem ele brinca saber a localização das “casas seguras” – casas de bairro para onde possam correr caso um estranho se aproxime ou se alguém se machuque.

Forneça um espaço seguro para brincadeiras

As crianças mais velhas podem ser maduras o suficiente para ir a pé até a casa de um amigo próximo ou jogar basquete em uma rua sem saída, mas as crianças mais novas precisam de espaços protegidos para brincar. 

Forneça um espaço seguro (como um quintal cercado) onde os pequenos não podem sair facilmente e os intrusos são impedidos de entrar. 

Conforme seu filho se desenvolve, você pode ter que ajustar os mecanismos de travamento nos portões e cercas; não vai demorar muito para seu filho descobrir como escapar do quintal! 

Desfrute de uma caminhada pela vizinhança e defina limites claros sobre o quão longe eles podem se afastar de casa.

Seja um “inspetor” de playground

Como todos os equipamentos, os de playground também se deterioram com o tempo. Se ninguém estiver vigiando e fazendo reparos, seu filho pode se machucar facilmente. 

Quando você chegar ao playground, verifique se o equipamento está em boas condições e inspecione a área ao redor em busca de perigos. 

Rochas e raízes de árvores são perigosas para tropeçar, e vidros quebrados, pregos e tampas de garrafa podem cortar seu filho. É uma boa ideia ter um kit de primeiros socorros no carro ou um mini kit guardado no carrinho para garantir.

Proteção solar

Antes de seu filho sair pela porta, aplique um filtro solar de amplo espectro com FPS 30, no mínimo.

O filtro solar leva cerca de 15 minutos para fazer efeito, então planeje de acordo. Também é recomendável ficar especialmente atento à aplicação de protetor solar quando seus filhos estiverem brincando na areia ou concreto, porque os raios ultravioleta refletem em ambas as superfícies.

Reaplique o protetor solar a cada duas horas e use um protetor solar à prova d’água se ela for participar de atividades aquáticas.

Lembre-se de que mesmo em dias nublados e nos meses mais frios seu filho precisa estar protegido dos raios nocivos do sol. Ou seja, é indicado usar protetor solar todos os dias.

Sem objetos cortantes

Sem dúvida, você está vigilante em manter seus filhos longe de objetos  pontiagudos. No entanto, uma forma mais completa de examinar a ameaça de dano é considerar as partes “protuberantes”.

Pegue um copo com canudinho, por exemplo. Relativamente inofensivo, certo? E, no entanto, milhares de crianças por ano são levadas ao pronto-socorro por causa de uma queda que resultou nelas batendo em alguma parte do corpo na borda protuberante de seu copo com canudinho.

Então, pense em saliências. Qualquer coisa que se projete de uma superfície arredondada pode ser suspeita.

Conclusão

Agora que você conferiu nossas dicas para manter seus filhos seguros durante brincadeiras, esperamos que coloque-as em prática. 

Além das sugestões acima, também é importante lembrar que existem brinquedos para diferentes idades e essas indicações devem ser respeitadas. Outro ponto importante é conferir se o brinquedo é seguro para que não ofereça riscos para o seu filho.

Gostou das dicas? Esperamos que sim e que a partir de agora você tenha mais tranquilidade em saber que seu filho está brincando de maneira segura.