Coluna Vertebral: 3 tecnologias que irão beneficiar a cirurgia

Como os procedimentos de coluna continuam a acelerar para o ambiente ambulatorial, os cirurgiões precisarão de acesso a tecnologias que permitam que procedimentos de maior acuidade sejam feitos com precisão e previsibilidade de maneira menos traumática.

Aqui estão três tecnologias principais nas quais os ambulatórios podem investir para apoiar a cirurgia da coluna:

1. Imagem intraoperatória

Na última década, a imagem intraoperatória aumentou sua prevalência e capacidade, especialmente para cirurgia de coluna. 

Os cirurgiões agora podem usar esses sistemas de orientação de imagem por meio de fluoroscopia, imagem 3D e robótica para melhorar a precisão e a segurança do paciente.

Imagens intraoperatórias que permitem navegação 3D em tempo real, seja com uma tomografia computadorizada pré-operatória ou uma tomografia computadorizada intra-operatória, permitirá que os cirurgiões realizam fusões e cirurgias de preservação de movimento com total confiança no dispositivo intersomático desejado, bem como na instrumentação posterior colocação

Quer seja feito com a ajuda de um robô ou manualmente, a capacidade de prever com segurança ou realmente visualizar o pós-operatório será fundamental. 

A endoscopia e a tecnologia microscópica avançada também serão essenciais nessas cirurgias para uma descompressão neurológica cuidadosa e minimamente invasiva. 

2. Realidade aumentada

Muitos cirurgiões de coluna disseram que será importante para os hospitais e ambulatórios investirem em sistemas de navegação que permitam cirurgias de coluna mais complexas em ambiente ambulatorial. 

A realidade aumentada continua ganhando força em várias áreas da medicina, com os cirurgiões de coluna vendo a tecnologia sendo particularmente benéfica para salas de operação menores, bem como para treinar e educar cirurgiões.

3. Endoscopia

Ao longo da próxima década, espera-se que a cirurgia da coluna continue seu caminho em direção a abordagens mais minimamente invasivas de tratamento. 

A cirurgia endoscópica da coluna ou também chamada cirurgia na coluna por vídeo,  é amplamente considerada como a opção menos invasiva atualmente disponível na cirurgia da coluna, mas sua adoção generalizada tem sido limitada pela falta de reembolso e programas de treinamento. 

Mas essas desvantagens podem ser eliminadas nos próximos anos, à medida que mais hospitais e ambulatórios procuram fazer investimentos cirúrgicos de longo prazo que têm mostrado resultados de qualidade no ambiente ambulatorial.

A cirurgia endoscópica da coluna – que é ultra-minimamente invasiva – vai se tornar a escolha preferida é a melhor alternativa para os pacientes que não apenas precisam de descompressão, mas ainda mais importante, salva muitos pacientes da fusão.

Você está preservando a maior parte da anatomia normal com perda mínima de sangue, risco muito menor de infecção e recuperação muito mais rápida. 

Mais importante ainda, você não está queimando nenhuma ponte com essa abordagem. Todas essas cirurgias podem ser feitas em ambulatório, e a maioria vai para casa no mesmo dia. “

Veja também: Planos de saúde no Brasil: conheça os principais e como funcionam