Câmera Cotidiana

Pesca desportiva no Brasil: conheça os melhores lugares!

Quando falamos em pesca todos os pensamentos são voltados apenas para uma lógica: comer peixes! Então, você sabia que existe uma versão dessa prática destinada apenas ao lazer? Verdade! Fique comigo que te falarei onde e como podemos encontrar lugares maravilhosos para isso.

O que é pesca desportiva?

Pesca desportiva é a prática da pesca direcionada a uma atividade de lazer, sem precisar de um profissional(pescador) para executá-la. Também conhecida como pesca amadora e pesca esportiva ainda é pouco explorada no Brasil, apesar de ter grande potencial por conta da grande variedade de peixes e a uma enorme extensão costeira e rede hidrográfica.
Podemos afirmar que essa é uma modalidade de evolução ecologicamente correta, diferente de tradicionais, de certa forma agride o ecossistema que tem pedido socorro nos últimos tempos. É somente permitido, por regulamentação, a pesca de peixes com grande porte, filhotes e peixes menores são devolvidos à seu habitat. Também é supervisionada pelo tipo das artes de pesca, permitindo-se a utilização da linha e anzol, embora inclua a pesca submarina em alguns lugares.

Uma das categorias mais comuns da pesca desportiva é aquela auxiliada apenas com vara de pesca, linha, anzol apropriado, chumbada e isca artificial. Pode ser realizada no mar, rios e lagos operando-se com iscas naturais e artificiais com deslocamento de molinetes ou cartilhas. Esse esporte tem associações ou clubes especiais, próprio para essa modalidade, onde os peixes são acolhidos em lagos artificiais ou açudes que no Brasil tem nome de pesque-pague.
São realizados campeonatos ou concursos onde muitos pescadores disputam a quantidade e peso de peixe fisgados em um determinado período, tem nome de pesca com caiaque.

Brasil

Não é à-toa que ouviram do Ipiranga, às margens plácidas, visto que temos nesse país admirável os melhores lugares para pesca, mundialmente falando. Riquíssimo em biodiversidade com cinco biomas derramados em uma ampla extensão territorial, contamos com panoramas únicos e espécies excêntricas. Vou selecionar as localidades mais convidativas para você se deliciar com o pesque e solte!

Rio Amazonas

Começando com o maior do mundo, o Rio Amazonas acolhe os fantásticos Tucunarés Gigantes. É conhecido por Rio Solimões, na fronteira do Brasil, no estado de Amazonas, seguindo seu curso até encontrar o Rio Negro, próximo à cidade de Manaus.
Barbado, Tucunaré, Jaú, Cachorra, Curimatã, Piranha entre outros, são a especialidade desse grandioso rio, que fica localizado no centro da selva amazônica. Deixando a sua pescaria surpreendente!

Rio Negro em Barcelos

Tema de diversas reportagens, inspiração para nome de banda sertaneja, o Rio Negro está na lista dos rios mais famosos do Brasil. Sua cor negra é atribuída pelo contraste de um rude Tucunaré Açu atacando sua isca, formando uma simbologia inesquecível.
Tucunarés Açu, Paca, Borboleta, Pococa, Traíras, Matrinchã e outras espécies são encontradas nesse esplêndido rio. Seus 500 afluentes e subafluentes, arquipélagos com uma média de 400 ilhas, cardumes ativos são atrativos influentes para sua pesca.

Rio Tocantins

Passando por diversos estados, o Rio Tocantins nasce na Serra Dourada em Goiás, seguindo por Tocantins, Maranhão e Pará é um dos maiores rios completamente brasileiro. Por suas grandes dimensões, possibilita o encontro de inúmeras categorias de peixes, entre eles, Tucunarés, Apapá, Bicuda, Cachorra, Jaú e Tambaqui. A região abriga Jaús de 1,5 metros, pesando até 100 kg.

Represa de Furnas

Também chamada de “mar de Minas Gerais” a represa fica entre o Sul e Sudeste do estado, foi construída decorrente à Usina Hidrelétrica de Furnas. A pesca é muito praticada entre março e outubro, período em que tem um número maior de turistas.
Os peixes conhecidos da região são Tucunaré, Trairão, corvina e pintado, entretanto, encontram-se tilápias e piaus. Se você não gosta muito de aglomerações, é interessante que optem por visitar a região no início da temporada, pois não terá muitos concorrentes, se assim preferir.

Rio Araguaia

Localizado entre Aruanã e Luiz Alves, o Rio Araguaia conta com a visita cerca de 18.000 pecadores desportivos por ano. Nascido os contrafortes da Serra dos Caiapós, flui quase paralelo ao Rio Tocantins por cerca de 2.115 km. Embora seja um rio de planície, dispõe quatro trechos de cachoeiras e corredeiras. Nos trechos de planície, segue em encontro a Ilha Bananal (maior ilha fluvial do mundo) e incontáveis lagoas marginais. Durante o período mais volumoso, o Rio Araguaia e seus centrais afluentes, Rio das Mortes e Cristalino ficam inundados.
É famoso por sua variedade de peixes, mais de 300 espécies já foram identificadas na bacia. É flexível para toda categoria de pesca e exuberante pela beleza natural. Ao longo do rio, a grande parte das cidades ribeirinhas é preparada para receber pescadores, aumentando os pontos designados a pescaria. Sua atividade é produtiva para a pesca esportiva, usando iscas naturais ou artificiais precisamente entre os meses abril e junho.

Outras dicas

Se você chegou até aqui, é porque está interessado em uma melhor forma de pescaria, não é? Então tenho uma dica fascinante para você: enquanto pescar, sentir de perto a energia encantadora de cada rio. Isso é, navegar por toda planície dos rios alugando barcos para pescas de forma segura e tranquila. Agora você tem o pacote completo para seu lazer de forma consciente, ecológica e segura. Aproveite!

Escritora: Valmária Lima

Sair da versão mobile