Casa

10 casas incríveis construídas com materiais reciclados

Published

on

Segundo estudos da Associação Brasileira de Reciclagem de Resíduos de Construção e Demolição (ABRECON), ocorreu um acréscimo na reciclagem de resíduos da construção e demolição (RCD) no Brasil nos últimos anos. De acordo com o relatório de 2015, 21% do total de RCD foi reciclado no país naquele ano, enquanto em 2013 a taxa foi de 19%.

As perspectivas são promissoras, mas ainda não ideais, e o aumento de materiais reciclados de RCD ainda é considerado pequeno. No Brasil, os resíduos da construção civil podem representar entre 50% e 70% do total de resíduos sólidos urbanos. Isso significa que ainda precisamos defender uma prática mais comum de reciclagem e reutilização de materiais na arquitetura, especialmente no Brasil.

Em artigo publicado no dia 06 de outubro de 2016 no Jornal Estado de São Paulo pela Amcham Brasil (Câmara de Comércio Brasil – EUA), dentro do blog “ECOando”, o texto aborda sistematicamente os benefícios diretos da gestão dos resíduos da construção e demolição, o RCD.

Segundo o título do artigo, com a gestão adequada do RCD, ou seja,  a separação e destinação para a reciclagem, haveria a geração de 150 mil empregos diretos, considerando que cada usina de reciclagem de resíduos da construção produz em média de 3 mil a 6 mil metros cúbicos de agregado reciclado e empregue sete empregados (empregos diretos), assim se os 84 milhões de metros cúbicos de entulho fossem destinados corretamente.

Avesso ao que muitos imaginam ser, a reciclagem de entulho é o método que utiliza materiais oriundos de construções – conhecidos como entulho classe A e inertes, geralmente restos de alvenaria, concreto e cerâmica – como matéria-prima central. Essa sim, por sua vez, é quem dá vida ao chamado agregado reciclado, resultado do processo de reciclagem dos resíduos da construção civil e demolição (RCD) e produzido de acordo com as normas nº 15112, 15113 e 15114 de 2004 da ABNT.

Madeira, contêineres, telhas, vidros são apenas alguns dos materiais que podem ser usados para diferentes propósitos em projetos arquitetônicos. Além dos resíduos de construção e demolição, é possível inclusive incorporar materiais que não estão especificamente relacionados à construção. Um artigo publicado no ArchDaily mostra alguns exemplos de edifícios em todo o mundo com fachadas usando os materiais reciclados mais incomuns.

Reunimos dez projetos de casas brasileiras que empregam materiais reciclados – muitos dos quais nem parecem ter sido reciclados à primeira vista.

Trending

Sair da versão mobile